Geofísica aplicada na mineração: como se dá essa relação?

geofisica-aplicada-na-mineracao

A geofísica aplicada na mineração traz grandes ganhos para as operações em vários níveis de aplicação, tanto na identificação das jazidas como no entendimento da sua extensão, na elaboração de planos estratégicos para a extração e no vislumbramento do conteúdo esperado da mina.

Agindo em fronts diversos, que englobam estudos geofísicos e processos de perfuração do solo para a amostragem, a geofísica aplicada na mineração é fundamental para garantir um serviço bem planejado e executado, sendo que na grande maioria dos casos ela é indispensável em todos os processos, antes e durante a extração.

Quer saber mais sobre o funcionamento da geofísica aplicada na mineração? Procura entender quais são os métodos utilizados e quais as vantagens que eles trazem? Continue lendo para saber mais!

Geofísica aplicada na mineração: qual é a relação?

A geofísica aplicada na mineração já é considerada indispensável por grandes indústrias atualmente.

Sem a geofísica aplicada na mineração, muito provavelmente nós não teríamos a grande quantidade de jazidas sendo exploradas como temos, o que seria um grande barramento para o progresso da humanidade.

Isso porque a mineração não lida com aspectos visíveis do solo. É necessário identificar as jazidas, sua extensão e entender quais são os obstáculos para a mineração no estabelecimento de novas lavras. Dessa forma, o investimento é protegido e a operação funciona com mais fluidez e certeza de sucesso.

A geofísica aplicada na mineração está preocupada com alguns aspectos fundamentais. São eles:

  • A descoberta de novas jazidas em locais propícios, segundo o mapeamento geológico da região;
  • Confirmação através de imageamentos detalhados das hipóteses levantadas pelo mapeamento geoestrutural;
  • A correta estipulação da extensão das jazidas e sua profundidade.

Dentre várias outras necessidades específicas.

A geofísica aplicada na mineração, como você pode ver, já se insere nesse contexto como grande viabilizadora na identificação e no trabalho de extração de jazidas minerais. Mas quais são as principais técnicas de que ela se utiliza?

Métodos da geofísica aplicada na mineração

Os métodos geofísicos aplicados à mineração são vários, e estão relacionados principalmente com o que dissemos no tópico anterior: na identificação das jazidas e no cálculo da sua real extensão.

Metodos da geofisica aplicada na mineracao

Os dois principais métodos utilizados são:

  • Polarização induzida: é induzido ao solo um fluxo iônico que pretende interagir com minerais metálicos e algumas poucas rochas que apresentam características similares a eles, como os sulfetos, a grafita e alguns óxidos.É aplicada uma corrente elétrica contínua pulsante e periódica no sub-solo, e quando ela é interrompida, os íons provocam a polarização induzida, que é detectada por uma diminuição da voltagem aplicada. Isso indica a presença de material polarizável.
  • Eletrorresistividade e imageamento elétrico: são aplicadas correntes elétricas em arranjos específicos na extensão da área a ser investigada, e as diferenças na resistividade dos materiais vão indicar a presença do mineral sendo investigado.Com o auxílio de softwares especializados, os técnicos da Geoanalisys podem usar as informações obtidas para identificar a presença de minérios e a extensão da jazida.

O imageamento elétrico permite identificar falhas geológicas e a composição estrutural do local sendo estudado. Com isso, é possível ter um entendimento maior do solo, e criar imagens detalhadas e em alta resolução de recortes específicos.

Também podemos destacar a magnetometria, que realiza estudos baseados no campo magnético dos minerais e a gravimetria, que busca identificar contrastes de densidades rochosas no sub-solo.

A geofísica aplicada na mineração: segurança do investimento e dos mineradores

Usar a geofísica aplicada na mineração e os métodos geotécnicos traz duas vantagens inegáveis, que são aproveitadas pelas grandes mineradoras do país: a segurança do investimento e dos mineiros.

A geofisica aplicada na mineracao segurança do investimento e dos mineradores

Isso porque, com a correta identificação das jazidas, evita-se custos desnecessários e que podem inviabilizar a operação caso não haja o retorno esperado. Se a jazida for menor do que calculada inicialmente, a movimentação do investimento pode fazer com que você tenha grandes prejuízos ao invés de lucrar, tanto em tempo quanto em dinheiro.

Com a correta identificação das estruturas geológicas, as minas para a exploração são dimensionadas respeitando as condições existentes do solo, e assim elimina-se a possibilidade de acidentes e desmoronamentos.

Essas vantagens da geofísica aplicada na mineração já são vistas como fundamentais na exploração por várias indústrias consolidadas no Brasil, como a Vale e Companhia Siderúrgica Nacional, que investem em profissionais qualificados e serviços de qualidade para garantir a segurança dos seus investimentos e dos seus trabalhadores.

Por que você não vem descobrir o que essas empresas encontram de vantagens específicas falando com os nossos especialistas na área? Entre em contato com a Geoanalisys e vamos continuar essa conversa!

E para mais informações sobre a geofísica aplicada à mineração, não deixe de seguir o nosso blog!

Nenhum comentário ainda