Levantamentos Geofísicos para o projetos lineares de grande extensão tais como: rodovias, ferrovias e linhas de dutos – Mapeamento Integrado do Subsolo tendo em vista os Projetos Civil e Elétrico.

A geologia e a engenharia geotécnica dispõem de uma ampla gama de métodos diretos de prospecção do solo, tais como sondagens SPT, sondagens rotativas, entre outros. A Geofísica no entanto, realiza essas investigações usando métodos indiretos (Geofísica Aplicada), que a partir de medições de superfície, determinam parâmetros do solo através de suas propriedades físicas. A interpretação de tais medidas permite inferir a estrutura do subsolo com custos bastante competitivos, quando comparados com os métodos diretos.

Dentre os métodos geofísicos disponíveis, destacam-se a eletrorresistividade. Esta técnica, por meio de campos artificiais (injeção de correntes eléctricas no solo) ou naturais (medindo os campos eléctricos e magnéticos naturais), permite a obtenção de modelos aproximados da subsuperfície, estrutura tridimensional, mostrando camadas, falhas, lençol freático, cavernas, etc. Normalmente essas pesquisas são feitas no início do projeto, a fim de subsidiar o projeto civil.

Considerando-se que os estudos de design de engenharia elétrica utiliza-se de modelos de resistividade elétrica do solo, para a especificação de proteção catódica, para estudos de interferência, onde a linha de conduta de cruzamentos com linhas de transmissão e também para o projeto de sistemas de aterramento para as estações de bombeamento, “Portas da Cidade” e outras instalações ao longo da rota do duto, sugere-se neste trabalho a integração de levantamentos geofísicos realizados para a engenharia civil e elétrica, em uma campanha única de medição. Esta integração resultará em menores custos com levantamentos geofísicos, considerando que as equipes de medição irão a campo apenas uma vez. Também deve ser considerado que os mesmos equipamentos são utilizados para todo o conjunto de medições.

Um benefício adicional é que a Geoanalisys, por se tratar de uma empresa geofísica é mais qualificada para este tipo de pesquisa, do que empresas que atuam nesse ramo, que normalmente medem resistividade do solo apenas para projetos elétricos, geralmente limitado ao Método de Wenner, que foi o único reconhecido pela versão anterior da NBR-7117, o código específico para a medição da resistividade do solo para projetos eléctricos. Este código passou por extensa revisão e em sua versão 2012 novo, suporta uma vasta gama de recursos geofísicos para a realização de medições de resistividade do solo e modelagem.

Em se tratando da obtenção de dados sobre o subsolo dos locais de implantação de projetos lineares de grande extensão, tais como rodovias, ferrovias e linhas de dutos o ideal é utilizar o mapeamento integrado através de métodos diretos e indiretos. Como indicamos abaixo:

GPR – Mapeamento de interferências (dutos, cabos, tanques e galerias)

Sísmica de Refração – Horizontes geotécnicos (1ª, 2ª, 3ª)

Eletrorresistividade – Estruturas geológicas (descontinuidades, falhas, fraturas)

SPT – Pontos determinados pelos métodos indiretos (geofísica aplicada)

Sondagem Rotativa – Locais determinados pelos métodos indiretos (geofísica aplicada)

Consulte-nos para mais detalhes.

orçamento_post

Nenhum comentário ainda