Conheça os principais tipos de solo e suas fundações mais aconselháveis

Conheca os principais tipos de solo e suas fundacoes mais aconselhaveis

Os tipos de solo são grandes determinantes das fundações de estruturas e também das próprias edificações a serem erguidas no local. O trabalho de análise do solo procura entender o substrato para aplicar esse entendimento em segurança e estabilidade para os empreendimentos.

Construir nos diferentes tipos de solo requer, portanto, respeitar as limitações do terreno, e é sobre isso que este artigo trata: quais são as melhores fundações a se aplicar nos diferentes tipos de solo. Continue lendo para saber mais!

Quais são os principais tipos de solo?

Os principais tipos de solo são divididos de acordo com a densidade da sua composição, das necessidades especiais que possuem para a construção e como o solo em questão se comporta quando é aplicada uma determinada pressão sobre ele.

Quais sao os principais tipos de solo

Os tipos de solo são os arenosos, os argilosos e os siltosos, sendo que no primeiro há predominância da areia, no segundo argila e no terceiro, silte.

Porém, a divisão do solo não é completamente exata, já que na natureza a mistura dos diversos materiais é o que forma o substrato que nós conhecemos como a crosta terrestre. Dessa forma, é incorreto dizer que um solo argiloso é formado completamente por argila, assim como dizer que um arenoso possui em sua composição somente areia.

É tanto possível quanto provável que o solo seja predominantemente arenoso, argiloso ou siltoso, mas isso não significa que não exista argila no solo arenoso nem silte no argiloso. As composições são variadas, e a exatidão, quando raramente encontrada, pode significar a inviabilidade de projetos de construção.

Essa categorização é feita de acordo com o diâmetro dos grãos, e as diferenças você encontra logo abaixo:

  • Solo arenoso: os componentes da areia possuem diâmetro que varia entre 0,05mm a 4,8mm
  • Solo argiloso: a argila possui as menores partículas, indivisíveis entre si em condições normais. Seu diâmetro é de até 0,005mm.
  • Silte: Silte é o nome dado a qualquer material mineral que, em sua totalidade e em conjunto natural, seja menor que a areia e maior que a argila. Seu diâmetro comum fica, então, entre 0,005mm e 0,05mm.

Os tipos de solo e a construção

Os tipos de solo são diferentes entre si por conta do diâmetro das partículas que os compõem, como vimos no tópico anterior, e esse diâmetro é o maior determinante de uma grande preocupação dos engenheiros na hora de construir: a movimentação dos solos.

É importante ressaltar que o real conhecimento do solo é feito através dos estudos geofísicos, e que seguir com esse aval torna sua obra mais segura e confiável, depois de pronta ou até mesmo no processo de construção.

Continue a leitura para descobrir o tipo de fundação necessária para cada tipo de solo, de acordo com os princípios de movimentação:

Solo arenoso

O solo arenoso não possui grande índice de coesão, isto é, se movimenta facilmente e é altamente permeável. Para a construção, isso representa um grande desafio, já que onde há lençóis freáticos o solo arenoso pode permanecer firme enquanto em contato com a água, mas outras construções abaixam o lençol e movimentam o terreno.

Solo arenoso

O solo arenoso requer fundações profundas com estacas, geralmente de aço ou concreto armado, para evitar esse efeito e garantir a segurança da estrutura. Normalmente, as construções portuárias se utilizam dessas estacas preenchidas com betão para aumentar a resistência da fundação.

Solo argiloso

O solo argiloso é o mais comum nas terras brasileiras, e possui alta densidade quando não há a presença de água por perto, que é quando ele se torna viscoso.

Solo argiloso

Dessa forma, é aconselhável realizar um estudo do solo aplicando a geofísica, para saber exatamente qual fundação utilizar.

Porém, normalmente as fundações rasas são as mais utilizadas nesses tipos de solo, sendo que caso seja necessário reforçar as sapatas, o uso dos radiers é recomendado. Para atingir mais segurança, o uso de estacas também é recomendado, mas não usual.

Solo siltoso

O solo siltoso possui pouca coerência e se transforma em lama facilmente em contato com a água, sendo um intermediário entre a areia e a argila, o que dificulta a construção nesses tipos de solo.

Solo siltoso

O usual é se utilizar de estacas mais profundas para a fundação nesses tipos de solo, porém com uma escavação mais profunda, para evitar problemas com a movimentação do solo, lençóis freáticos e tempestades que podem resultar em, no caso de encostas, escorregamentos.

Entender o solo é uma necessidade urgente de toda obra, uma que pode ser difícil de realizar, mas que tem um retorno imenso na segurança dos moradores do local e na tranquilidade da construtora.

Continue lendo o nosso blog, garantimos que temos muito o que dizer sobre o assunto nas próximas semanas. Nos vemos em breve!

(imagens: divulgação)

Nenhum comentário ainda