ANP contrata R$ 504 milhões em dados

O Plano Plurianual de Geologia e Geofísica 2007-2014 da ANP prevê para este ano a contratação de serviços de aquisição de dados no montante total de R$ 504,5 milhões. A maior parte do investimento, R$ 300 milhões, deve ser gasto na perfuração de um poço estratigráfico no pré-sal da Bacia de Santos.

Não será o primeiro poço estratigráfico feito pela ANP no cluster de Santos. Outros dois poços perfurados pela Petrobras por encomenda da agência ajudaram a mapear a área de Franco, que foi cedida onerosamente à petroleira, e a de Libra, que deve ser ofertada na primeira rodada de licitações do pré-sal, prevista para novembro.

A ANP ainda deve contratar a perfuração de outro poço estratigráfico, mas na Bacia de São Luís-Bragança-Vizeu, no Maranhão, em campanha orçada em R$ 75 milhões. E a sísmica 2D que estava programada para esta bacia foi substituída por uma nova campanha 2D na Bacia do Parnaíba, que deve ter blocos incluídos no leilão para áreas não convencionais, previsto para outubro. O custo da atividade, incluindo processamento dos dados, deve atingir R$ 81 milhões.

Brasil Energia – 26/03/2013 – Felipe Maciel

 

orçamento_post

Nenhum comentário ainda